Regulamento

Liga Paulista de Mini-Z é um campeonato de automodelismo escala disputado desde 2017 no estado de São Paulo. Para a edição de 2019 algumas regras foram atualizadas e estão previstas 8 etapas no ano, passando por 8 cidades.
O modelo utilizado pelos competidores é o Mini-Z, um auto-modelo rádio-controlado em escala 1/28 com motor elétrico produzido pela Kyosho, empresa bastante conhecida no mercado mundial de Rádio Controlados. O número de adeptos desta categoria vem crescendo bastante no mundo todo nos últimos anos, assim como nos eventos de alto nível ao redor do mundo, principalmente Ásia e Europa, especialmente depois do lançamento do modelo MR03 Sports 2, o chassis “Ready to Run” mais recente da marca, lançado em 2013.
No Brasil, já tivemos duas edições da PNWC Brasil e três Campeonatos Brasileiros. Hoje temos aproximadamente 16 clubes de entusiastas espalhados pelo país, sendo que 11 estão no estado de São Paulo. Com isso, buscando uma maior integração entre clubes e pilotos, no ano de 2017 foi criada a Liga Paulista de Mini-Z.
Em 2019 atualizamos algumas regras da Liga, buscando maior equilíbrio entre os pilotos, já que a Liga comporta desde os pilotos mais experientes até os novatos.
Segue abaixo as regras para padronizar os carros, etapas e ranking anual da LIGA PAULISTA DE MINI-Z 2019, as quais deverão ser respeitadas por todos.
CARROS

Chassis: Estão liberados todos os chassis 2WD escala 1/28 disponíveis no mercado. Chassis de fabricação caseira, inclusive de impressoras 3d, estão proibidos, assim como modelos 4×4.

Eletrônica: Liberado. Apenas devido a  maior disponibilidade, os ESCs sensoreados estão liberados, mas motores sensoreados estão proibidos.

Motores: PN 70T, original Kyosho (latinha) e VE 3500.

  • ATENÇÃO: O motor PN V3 3500kv está proibido nas corridas liga.

Baterias: Apenas Ni-MH.

Carroceria: Kyosho, TRP, Jomurema e lexan.

As carrocerias originais sem modificações com até 98mm de distância entre eixos estão liberadas.

Carrocerias com modificações ou com acessórios diferentes do original (como aerofólio, por exemplo) estão limitados a 8 cm de largura, 4,5 cm de altura e 18 cm de comprimento. Carrocerias de lexan deverão seguir estas mesmas medidas.

Todos os carros devem pesar no mínimo 170 gramas após as provas (incluindo baterias), com janelas, para-brisas e tetos instalados.

O uso de carroceria VDS não é permitido.

Carrocerias com 102mm entre eixos (Le Mans) são permitidas apenas para os iniciantes que correrem na categoria GT-Am.

Pneus: Liberados todas as marcas e de pneu, exceto os de silicone. Pneus e rodas de outras categorias como Buggy ou Fórmula 1 estão proibidos. Não será permitido o uso de aditivos em pneus. Limpeza somente com produtos neutros (água, álcool ou detergente).

Demais upgrades: Peças de melhorias mecânicas em geral como montantes, suspenções e outros são liberadas desde que sejam de fabricantes aftermarket oficiais. Peças caseiras e de impressora 3d são proibidas.

Rádios: Livre.

Os pilotos poderão ter seus carros vistoriados detalhadamente antes ou após uma corrida. Caso seja detectado algo fora das regras o piloto poderá ser penalizado com redução de voltas registradas ou exclusão da corrida – a decisão é da organização. Em casos de reincidência, o piloto poderá ser excluído da etapa.

Atendendo a uma crescente demanda dos pilotos, após cada corrida os pilotos vão deixar seus modelos e rádios na mesa de inspeção e irão ocupar seus postos como gandulas para a próxima corrida. Durante a corrida na qual os pilotos estarão gandulando o fiscal vai conferir peso, motorização, bateria, medidas, pneus e outros. Tudo visando um maior controle e transparência para todos.

CALENDÁRIO

As provas de 2019 devem seguir o seguinte calendário:

  • 09/02/2019: Liga Paulista – Paulínia
  • 16/03/2019: Liga Paulista – Praia Grande
  • 04/05/2019: Liga Paulista – São Paulo
  • 06/07/2019: Liga Paulista – São Carlos
  • 17/08/2019: Liga Paulista – Itatiba
  • 14/09/2019: Liga Paulista – Guarujá
  • 19/10/2019: Liga Paulista – São José dos Campos
  • 30/11/2019: Liga Paulista – Cerquilho

Com isso deveremos ter ao menos um evento por mês de Fevereiro até Novembro, reservando os meses de Abril e Novembro para outros eventos conforme solicitado no final de 2018.

INSCRIÇÕES PARA AS ETAPAS

As inscrições deverão ser feitas no site www.ligapaulistademiniz.com.br. O valor de inscrição para cada etapa será de R$ 40,00 por piloto.

PONTUAÇÃO NOS RANKINGS

Para efeito de ranking anual, a pontuação acumulada pelos pilotos nas etapas será de 100 pontos para o 1º colocado, 96 para o 2º, 94 para o 3º, 93 para o 4º, 92 para o 5º e assim sucessivamente.

RANKING DE PILOTOS 2019

Para mantermos o campeonato atrativo para todos os pilotos, desde os iniciantes até os mais experientes, estamos dividindo o Ranking de Pilotos em três categorias.

Todos vão correr juntos nas etapas seguindo as mesmas regras de corridas classificatórias e corridas finais normalmente, porém terão ranking separados de acordo com sua categoria.

Os 20 pilotos com a maior média de pontos em 2018 são os pilotos da categoria 1, chamada de Gran Prix. A maioria desses pilotos terminaram na Final A em algumas das etapas que participaram.

Depois de retirar os 20 pilotos com as maiores médias, dividimos os outros 34 pilotos em dois grupos.

Com isso teremos mais 20 pilotos na categoria 2, chamada de GT Pro. Essa será a categoria de entrada para aqueles pilotos que já participaram de competições de Mini-Z, mas não haviam participado da Liga Paulista.

Por fim, teremos mais 14 pilotos na categoria 3 chamada de GT Am, com as menores médias em 2018. Essa será a categoria de entrada para os iniciantes.

Apesar de considerarmos a média de pontos por corrida de cada piloto, os rankings podem ter ajustes antes do início da temporada para pilotos com apenas uma participação no ano anterior e em casos extraordinários, todos a serem avaliados pela Liga.

IMPORTANTE: Não teremos pilotos mudando de categoria durante o ano.

Independentemente de sua categoria, os pilotos vão acumular pontos conforme sua classificação final em cada etapa da seguinte forma: 1º colocado 100 pontos, 2º colocado 96, 3º colocado 94, 4º colocado 93, 5º colocado 92 pontos e assim sucessivamente.

Com os pilotos divididos em 3 rankings diferentes, no final do ano somaremos os pontos acumulados pelos pilotos em todas as etapas do ano, descartando os 2 piores resultados de cada um, divulgando os pontos no ranking de cada piloto.

Ao final do ano teremos pilotos campeões nas 3 categorias. A promoção e queda nas categorias em 2020 será feita com base na média ponderada de pontos por corrida disputada pelo piloto em 2019.

Por que usar a média de pontos e não Ranking?

Porque queremos manter a liga aberta e atrativa para todos, tenham eles disputado as etapas da liga nos anos anteriores ou não.

O Ranking Anual privilegia aqueles que mais compareceram nas etapas durante o ano, mas que não são necessariamente os melhores pilotos. Como o objetivo é trazer maior equilíbrio ao campeonato dividindo os pilotos conforme sua habilidade, faz mais sentido dividir pela média de pontos nas etapas do que pelo ranking.

Pilotos qualificados para a categoria GRAN PRIX:

Fábio Bigode, Dennis Pickthall, Tiago Podolski, Carlos Yukikawa, Danilo Castro, Maurício Coelho, Gustavo Maurício, Rodrigo Dantas, João Peixoto, Rodrigo Leite, Alessandro Arantes, Alexandre Sirega, Rodrigo Bergamo, Christian Strohm, Emerson Barrela, Alfredo Olmos, Vicenzo Sampaio, João Ribeiro Araújo, João Rafael e Almério Barros.

Pilotos qualificados para a categoria GT PRO:

Aurélio Dead Love, Karina Cotan, Cleverson Sombra, Daniel Riber, Mark Smith, Eduardo Wahler, Marco Simões, João Viu, Carlos Primo, Fernando Yamashita, Rafael Rela, Ronas, Nivaldo Nishimoto, Alan Oliveia, Ricardo Ohara, Tiago Morgero, Rodrigo Gabriel, Gustavo Godoy, Alex Ohara e Anderson Hashimoto.

Lembrando que a GT-Pró será a categoria de entrada para aqueles pilotos que já participaram de competições de Mini-Z, mas não haviam participado da Liga Paulista.

Pilotos qualificados para a categoria GT Am:

Júnior Cesar, Marcelo Sampaio, Marco Oliveira, Jefferson Oliveira, Ronnie Teodoro, Luciano Gonçalves, Hélvio, Marcelo Terra, Flávio Varandas, Ronaldo Barrela, Aventino Júnior, Severino Boi, Carlinhos Inácio e Adriel Pereira.

Lembrando que a GT-Am também será a categoria de entrada para os iniciantes.

RANKING DE CLUBES

Somaremos os pontos acumulados pelos dois melhores pilotos do clube em cada etapa, descartando os dois piores resultados do clube no ano.

*ambos os rankings podem considerar ausências como descarte, com ou sem inscrição.

FORMATO DAS ETAPAS

Assim como fizemos em 2018, cada etapa será composta de treino livre, treino classificatório e corridas finais simples com a promoção dos dois primeiros em cada final. Finais duplas apenas na Final A.

O número de pilotos no grid poderá variar de 5 a 10 conforme o porte da pista. A largada será lançada com intervalo de 1,5 segundos.

Serão 3 corridas classificatórias para cada piloto com 1 descarte. Cada corrida classificatória terá a duração de 3 a 3,5 minutos para pista com tempo de volta abaixo de 9 segundos. A formação do primeiro grid será de acordo com os tempos do treino livre e as demais pela performance na corrida classificatória anterior.

A formação do grid das finais será pela soma das duas melhores classificatórias pelo maior número de voltas no menor tempo.

Após as corridas classificatórias os pilotos serão divididos em finais A, B, C, D, E e assim por diante. As Corridas Finais terão 5 minutos e os dois melhores de cada final sobem para as próximas categoria de corrida final.

A final A será disputada em duas corridas de 5 minutos com o resultado final pelo maior número de voltas no menor tempo nas duas corridas.

Cada etapa deverá seguir a seguinte programação:

08:30 – Treino livre no período da manhã limitado pelo máximo de pilotos que a pista comportar.

11:00 – Treino classificatório limitado em 20 ou 30 voltas por pilotos e grupos com 5 minutos.

11:30 – Almoço com pista aberta.

12:30 – Pista fechada, briefing e fotos com todos os participantes.

13:00 – Início da competição com as primeiras corridas classificatórias.

16:00 – Final das atividades, premiação (se houver)

16:30 – Pista aberta e reunião entre os organizadores para correções para a próxima etapa

Obs. : Ficará livre ao clube sede da etapa fazer uma outra prova, seja de Enduro, iniciantes ou qualquer outra categoria, respeitando-se o horário para entrega do local, sem pontuar no Ranking.

PREMIAÇÃO

No final de cada etapa será divulgada a classificação final de acordo com a posição dos pilotos nas corridas finais e posteriormente a pontuação e atualização do ranking de pilotos e clubes.

Seguindo a mesma ideia de motivar todos os pilotos, inclusive os iniciantes, as medalhas deverão ser confeccionadas da seguinte maneira:

1.° ao 7.° da Final A

1.° ao 5.° da Final B

1.° ao 5.° da Final C

1.° ao 5.° da Final D

1.° ao 5.° da Final E

1.° ao 5.° da Final F

E assim sucessivamente, de acordo com o número de pilotos inscritos.

RESPONSABILIDADES DO CLUBE

– Se informar com antecedência sobre a quantidade de pilotos previsto na etapa e providenciar mesas, cadeiras e tomadas.

– Cobrança da taxa de inscrição e repasse de R$ 100,00 por etapa para ao responsável pela confecção dos troféus no final do ano.

– Realização do “Check-List” para certificação das condições mínimas necessárias para a realização do evento.

– Cumprir o cronograma da prova.

– Última instância decisória de não efetuar a etapa no prazo antecedente a 7 dias.

RESPONSABILIDADES DOS PILOTOS

– Respeitar o regulamento da Liga e os demais pilotos

– Viabilizar a vistoria de seu carro quando solicitado

– Se inscrever antecipadamente no site ligapaulistademiniz.com.br e pagar a inscrição ao organizador

– Fazer a “gandulagem” nas corridas imediatamente após sua própria corrida

– Se informar quanto aos custos de sua viagem, horários e demais condições das etapas

– Ajudar na limpeza e organização do local após o evento

– Informar a organização em caso de troca de transponder.

FISCAIS DE PISTA (GANDULAS)

Assim que uma corrida terminar, os pilotos que correram deixarão seus radio-controles e carros na mesa da organização e vão ocupar seus postos de gandulas para a próxima corrida.

Os pilotos não devem pegar seus carros e levá-los para a área de boxes para ajustes logo após suas corridas.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Evitem trocar de carro durante o evento. Caso a troca seja necessária, o mesmo transponder terá que ser instalado no novo carro.

NOTA DA ORGANIZAÇÃO

A Liga Paulista de Mini-Z tem caráter recreativo. Todos os pilotos correm pelo prazer de competir entre amigos e não estão previstas premiações em dinheiro ou objetos de valor.

Mesmo assim, presamos pelo respeito aos organizadores, aos clubes anfitriões, aos competidores e às regras da Liga.

Em caso de dúvidas, por favor nos consulte via Facebook ou nos grupos de Whatsapp.

A Liga Paulista de Mini-Z 2019 tem o apoio de: