Regulamento

Regulamento 2020

Liga Paulista de Mini-Z é um campeonato de automodelismo escala disputado desde 2017 no estado de São Paulo. Para a edição de 2020 algumas regras foram atualizadas e estão previstas 8 etapas no ano, passando por 8 cidades.

O modelo utilizado pelos competidores é o Mini-Z, um auto-modelo rádio-controlado em escala 1/28 com motor elétrico produzido pela Kyosho, empresa bastante conhecida no mercado mundial de Rádio Controlados. O número de adeptos desta categoria vem crescendo bastante no mundo todo nos últimos anos, assim como nos eventos de alto nível ao redor do mundo, principalmente Ásia e Europa, especialmente depois do lançamento do modelo MR03 Sports 2, o chassis “Ready to Run” mais recente da marca, lançado em 2013.

Hoje temos aproximadamente 16 clubes de entusiastas espalhados pelo país, sendo que 11 estão no estado de São Paulo. Com isso, buscando uma maior integração entre clubes e pilotos, no ano de 2017 foi criada a Liga Paulista de Mini-Z.

Em 2020 atualizamos algumas regras da Liga, buscando maior equilíbrio entre os pilotos, já que a Liga comporta desde os pilotos mais experientes até os novatos.

Segue abaixo as regras para padronizar os carros, etapas e ranking anual da LIGA PAULISTA DE MINI-Z 2020, as quais deverão ser respeitadas por todos.

CARROS

Chassis: Estão liberados todos os chassis 2WD escala 1/28 disponíveis no mercado. Chassis de fabricação caseira, inclusive de impressoras 3D, estão proibidos, assim como modelos 4×4.

Eletrônica: Liberado. Apenas devido a  maior disponibilidade, os ESCs sensorados estão liberados, mas motores sensorados estão proibidos.

Motores: PN 70T (até 26.000 rpm), original Kyosho (latinha) e Brushless 3500 (até 3800KV)

ATENÇÃO: O motor PN V3 3500kv está proibido nas corridas liga (V3.1 liberado)

 Baterias: Apenas Ni-MH (4 unidades)

 Carroceria: Todas menos VDS até 98 mm.  Bolhas de Lexan e carrocerias de outras marcas estão liberadas.

Carrocerias com modificações ou com acessórios diferentes do original (como aerofólio, por exemplo) estão limitados a 8 cm de largura, 4,5 cm de altura e 18 cm de comprimento. Carrocerias de lexan deverão seguir estas mesmas medidas.

Carrocerias de 102mm entre eixos (Le Mans) são permitidas apenas para os iniciantes que correrem na categoria GT-Am.

Todos os carros devem pesar no mínimo 170 gramas após as provas (incluindo baterias), com janelas, para-brisas e tetos instalados.

Transponder:

Serão utilizados transponders LCB. A instalação deles será de total responsabilidade do piloto. O transponder deve ser instalado abaixo do para-brisa. Durante a prova, caso seja notado que o sensor não está marcando a volta, a direção de prova comunicará o piloto para o devido ajuste.

Transponder com hits médio abaixo de 3 será informado durante a prova.

Pneus: Liberados todas as marcas e de pneu, exceto os de silicone e os de espuma. Pneus e rodas de outras categorias como Buggy ou Fórmula 1 estão proibidos. Não será permitido o uso de aditivos em pneus. Limpeza somente com produtos neutros (água, álcool ou detergente).

Demais upgrades: Peças de melhorias mecânicas em geral como montantes, suspensões e outros são liberadas desde que sejam de fabricantes aftermarket oficiais. Peças caseiras e de impressora 3d são proibidas.

Rádios: Marca livre na frequênca de 2.4 Ghz

VISTORIA

Os pilotos poderão ter seus carros vistoriados detalhadamente antes ou após uma corrida. Caso seja detectado algo fora das regras o piloto poderá ser penalizado com redução de voltas registradas ou exclusão da corrida – a decisão é da organização. Em casos de reincidência, o piloto poderá ser excluído da etapa.

Após cada corrida, os pilotos vão deixar seus modelos e rádios na mesa de inspeção e irão ocupar seus postos como gandulas para a próxima corrida. Durante a corrida na qual os pilotos estarão gandulando o fiscal irá conferir peso, motorização, bateria, medidas, pneus e outros. Tudo visando um maior controle e transparência para todos. No final da A, os três primeiros pilotos serão vistoriados mais criteriosamente.

CALENDÁRIO

As provas de 2020 devem seguir o seguinte calendário:

  • 1ª Etapa: 01 de Fevereiro – Paulínia
  • 2ª Etapa: 28 de Março – Praia Grande
  • 3ª Etapa: 30 de Maio – São José dos Campos
  • 4ª Etapa: 27 de Junho – Cerquilho
  • 5ª Etapa: 15 de Agosto – Itatiba
  • 6ª Etapa: 12 de Setembro – Guarujá
  • 7ª Etapa: 17 de Outubro – São Paulo
  • 8ª Etapa: 14 de Novembro – São Carlos

INSCRIÇÕES PARA AS ETAPAS

As inscrições poderão ser feitas nas seguintes formas no site www.ligapaulistademiniz.com.br

1 – Pagamento antecipado das 8 etapas totalizando R$ 280,00 (35,00 por etapa) a ser pago na conta da Liga Paulista de Mini-Z.

2 – Pagamento de R$ 40,00 até 7 dias antecedentes ao evento na conta do clube organizador da etapa.

3 – Pagamento de R$ 50,00 no dia do evento sujeito a indisponibilidade de mesa e cadeira, cabendo ao piloto levar os mesmos para sua tranquilidade.

Pilotos com inscrição efetivada que se ausentarem do evento receberão a pontuação de acordo com a última colocação do evento e na ordem da efetivação da inscrição caso houver mais de uma desistência.

PONTUAÇÃO NOS RANKINGS

Para efeito de ranking anual, a pontuação acumulada pelos pilotos nas etapas será de 100 pontos para o 1º colocado, 96 para o 2º, 94 para o 3º, 93 para o 4º, 92 para o 5º e assim sucessivamente.

RANKING DE PILOTOS 2020

Para mantermos o campeonato atrativo para todos os pilotos, desde os iniciantes até os mais experientes, estamos dividindo o Ranking de Pilotos em três categorias.

Todos vão correr juntos nas etapas seguindo as mesmas regras de corridas classificatórias e corridas finais normalmente, porém terão ranking separado de acordo com sua categoria.

– GP ou Gran Prix:

Pilotos mais experientes e os que subiram da categoria GT-PRO.

O primeiro piloto da categoria GT-PRO do ano anterior automaticamente sobe para a categoria GP e também de forma facultativa os 2º e 3º colocados.

 GT PRO:

Pilotos que já participaram de competições de Mini-Z, mas não haviam participado da Liga Paulista e os que subiram da categoria GT AM.

O primeiro piloto da categoria GT AM do ano anterior automaticamente sobe para a categoria GT PRO e também de forma facultativa os 2º e 3º colocados.

– GT AM:

Entrada para pilotos iniciantes.

IMPORTANTE: Não teremos pilotos mudando de categoria durante o ano.

Independentemente de sua categoria, os pilotos vão acumular pontos conforme sua classificação final em cada etapa da seguinte forma: 1º colocado 100 pontos, 2º colocado 96, 3º colocado 94, 4º colocado 93, 5º colocado 92 pontos e assim sucessivamente.

Com os pilotos divididos em 3 rankings diferentes, no final do ano somaremos os pontos acumulados pelos pilotos em todas as etapas do ano, descartando os 2 piores resultados de cada um, divulgando os pontos no ranking de cada piloto.

Ao final do ano teremos pilotos campeões nas 3 categorias

RANKING DE CLUBES

Somaremos os pontos acumulados pelos dois melhores pilotos do clube em cada etapa, descartando os dois piores resultados do clube no ano.

*ambos os rankings podem considerar ausências como descarte, com ou sem inscrição.

FORMATO DAS ETAPAS

Cada etapa será composta de treino livre, corridas classificatórias e corridas finais simples com a promoção dos dois primeiros em cada final. Finais duplas apenas na Final A.

O número de pilotos no grid será até de 7 pilotos . A largada será lançada com intervalo de 1,5 segundos.

Serão 3 corridas classificatórias para cada piloto com 1 descarte. Cada corrida classificatória terá a duração de 3,5 minutos. A formação do primeiro grid será de acordo com os tempos do treino livre e as demais pela performance na corrida classificatória anterior.

A formação do grid das finais será pela soma das duas melhores classificatórias pelo maior número de voltas no menor tempo.

Após as corridas classificatórias os pilotos serão divididos em finais A, B, C, D, E e assim por diante. As Corridas finais terão 5 minutos e os dois melhores de cada final sobem para as próximas categoria de corrida final.

A final A será disputada em duas corridas de 5 minutos com o resultado final pelo maior número de voltas no menor tempo nas duas corridas.

SOLICITACAO DE TEMPO EXTRA NAS FINAIS

Poderá ser solicitado apenas um pedido de tempo de 10 minutos, antes das provas semifinais e finais, para reparo de equipamento. Durante este período a pista ficará fechada. Se piloto solicitante desejar e houver consenso unanime, este período pode ser finalizado a qualquer momento

Este pedido extra de tempo deverá ser solicitado antes do alinhamento dos carros no grid de largada. O Diretor de Prova informará aos pilotos que a partir de determinado momento, os carros que tiverem problemas, deverão largar dos boxes. Sendo terminantemente proibido levar o equipamento de start para o grid

Cada etapa deverá seguir a seguinte programação:

08:30 – Treino livre no período da manhã limitado em 8 pilotos.

10:45 – Check-list de pilotos

11:00 – Fotos e briefing

11:15 – Treino Pré-Qualificatório limitado em 20 a 30 voltas por pilotos

11:45 – Almoço com pista aberta

12:30 – Início da competição com as primeiras corridas classificatórias.

15:30 – Final das atividades, premiação

Após o término do evento poderemos ainda ter as provas na categoria 90 livre nos eventos 1º, 3º, 5º e 7º  e super stock nos eventos 2º, 4º, 6º e 8º.

PREMIAÇÃO

No final de cada etapa será divulgada a classificação final de acordo com a posição dos pilotos nas corridas finais e posteriormente a pontuação e atualização do ranking de pilotos e clubes.

Seguindo a mesma ideia de motivar todos os pilotos, inclusive os iniciantes, as medalhas deverão ser confeccionadas da seguinte maneira:

1° ao 5° das finais E até B

1° ao 7° da final A

Demais finais com medalhas com honra ao mérito

RESPONSABILIDADES DO CLUBE

– Se informar com antecedência sobre a quantidade de pilotos previsto na etapa e providenciar mesas, cadeiras e tomadas.

– Cobrança da taxa de inscrição e repasse de R$ 100,00 por etapa para ao responsável pela confecção dos troféus no final do ano.

– Realização do “Check-List” para certificação das condições mínimas necessárias para a realização do evento.

– Fazer cumprir o cronograma da prova.

– Última instância decisória de não efetuar a etapa no prazo antecedente a 14 dias.

RESPONSABILIDADES DOS PILOTOS

– Respeitar o regulamento da Liga e os demais pilotos

– Viabilizar a vistoria de seu carro quando solicitado

– Inscrever antecipadamente até 7 dias antes do evento no site ligapaulistademiniz.com.br

– Fazer a “gandulagem” nas corridas imediatamente após sua própria corrida

– Se informar quanto aos custos de sua viagem, horários e demais condições das etapas

– Ajudar na limpeza e organização do local após o evento

– Informar a organização em caso de troca de transponder.

Comportamento durante a corrida

Além das regras existentes sobre fair-play (fair play) relativas à pilotagem, uma ênfase especial é dada ao estrito cumprimento dos seguintes padrões.

A) Depois de ter uma colisão, nenhuma manobra pode ser feita (para trás ou para frente) que possa impedir a passagem dos carros que vierem atrás.

 B) Após uma colisão entre dois ou mais carros, os carros envolvidos serão obrigados a retornar à pista, mantendo a ordem da corrida antes do acidente.

C) O carro que chegar a um mais lento irá alcançá-lo de forma limpa, sem manobras repentinas ou golpes.

 D) O carro alcançado facilitará a ultrapassagem dos carros que circulam claramente mais rápido, especialmente no momento de ser ultrapassado desde que não seja disputa de posição

 E) O não cumprimento destas regras será motivo de advertência e posteriormente de uma penalização de “stop & go” de 5 segundos ou um superior, dependendo da sua gravidade ou reiteração, pode ser sancionado com a expulsão da corrida

 F) A advertência ou a penalização será dada após 3 ou mais “pilotos” de clubes distintos reclamarem na mesa podendo também ser ajustado após o final da prova.

 FISCAIS DE PISTA (GANDULAS)

Assim que uma corrida terminar, os pilotos que correram deixarão seus rádio-controle e carros na mesa da organização e vão ocupar seus postos de gandulas para a próxima corrida.

Os pilotos não devem pegar seus carros e levá-los para a área de boxes para ajustes logo após suas corridas.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Evitem trocar de carro durante o evento. Caso a troca seja necessária, o mesmo transponder terá que ser instalado no novo carro.

NOTA DA ORGANIZAÇÃO

A Liga Paulista de Mini-Z tem caráter recreativo. Todos os pilotos correm pelo prazer de competir entre amigos e não estão previstas premiações em dinheiro ou objetos de valor.

Mesmo assim, presamos pelo respeito aos organizadores, aos clubes anfitriões, aos competidores e às regras da Liga.

Em caso de dúvidas, favor consultar via Facebook ou nos grupos de Whatsapp.